domingo, 18 de abril de 2010

Quem habitará no teu santuário?


José, Toinha e João estavam perdidos.
JOSÉ EU ACHO: Eu acho que estamos em ummmmm canil!
TOINHA IMPRESSIONADA: Se estamos em um canil, estão somos cachorros!
JOÃO VIVO: Só porque estamos em um canil, não quer dizer que somos cachorros!
TOINHA IMPRESSIONADA: Ahhhhh! Onde estamos?
JOSÉ EU ACHO: Eu acho que estamos em ummmmm galinheiro! 
TOINHA IMPRESSIONADA: Se estamos em um galinheiro, então somos galinhas!
JOÃO VIVO: Só porque estamos em um galinheiro, não quer dizer que somos galinhas! 
JOSÉ EU ACHO: Eu acho que estamos em ummmmmaaaaa Igreja! 
TOINHA IMPRESSIONADA: Se estamos em uma Igreja, então somos amigos de Jesus!
JOÃO VIVO: Só porque estamos em uma Igreja, não quer dizer que somos Santos e amigos de Jesus! 
(Trecho da Pantonimia "Eu não sou cachorro não", retirado de http://www.teatrocristao.net/texto/eu_nao_sou_cachorro_nao)

O capítulo 15 do livro de Salmos começa com a seguinte pergunta:

Senhor, quem habitará no teu santuário. 
Quem morará no teu santo monte?

Assim como estar em um canil não faz de nós cachorros, estar num aeroporto não faz de nós aviões, e estar na igreja não faz de nós santos ou cristãos.
Habitar o santuário de Deus requer um pouco mais.
Existem algumas atitudes que devemos considerar:
  • Andar sinceramente : "O Senhor detesta os pervesos de coração, mas os de conduta irrepreensível dão-lhe prazer." Provérbios 11.20;
  • Praticar a justiça e falar a verdade;
  • Não usar a lingua para o mal, não fazer mal nem aceitar calúnia contra seu próximo. Tiago 3 diz que aquele que controla sua língua pode ser considerado perfeito, pois poderá dominar todo o seu corpo;
  • Honrar aos que temem ao Senhor;
  • Manter sua palavra mesmo que saia prejudicado;
  • Não emprestar buscando lucro;
  • Não aceitar suborno contra o inocente;
Quem anda assim, não será abalado, habitará no santuário do Senhor e será abençoado. 

O que anda em justiça, e o que fala com retidão; o que rejeita o ganho da opressão, o que sacode das suas mãos todo o presente; o que tapa os seus ouvidos para não ouvir falar de derramamento de sangue e fecha seus olhos para não ver o mal.
Este habitará nas alturas; as fortalezas das rochas serão o seu alto refúgio, o seu pão lhe será dado, as suas águas serão certas. Isaías 33.15-16

Estamos nós prontos para habitar o santuário do Senhor?

Um comentário:

Zé Luís disse...

Olá, professora.

É impressão minha ou você tentando achar um modelo para seu blog(template)?

Um dica legal: selecione la embaixo, em modo "rascunho" e depois vá em modelos. Aparecerá uma série de outros.

Quanto aos textos, tá muito bom.

Paz

xxxx